• Karina Al Assal

Rhodiola rosea

A Rhodiola rosea é uma espécie vegetal com propriedade adaptógena, e é considerada um nootrópico, pois pode gerar melhora da performance cerebral quando consumida.



Isso porque a Rhodiola rosea age diretamente nos neurotransmissores, principalmente na Dopamina, inibindo sua degradação e ajudando na recaptação da mesma.

Assim, quando existe o aumento dos níveis sanguíneos, tornando a Dopamina mais disponível e acessível, pode-se perceber aumento da motivação, prazer, humor, memória e concentração.

Além de ser conhecida por essa ação na modulação de neurotransmissores, a Rhodiola rosea também é relevante devido a sua ação antioxidante e vasodilatadora e efeitos cardioprotetores, antidiabéticos e anticancerígenos.

Esse nootrópico então pode trazer diversos benefícios quando consumido adequadamente. Estudos mostram que a Rhodiola rosea é uma alternativa eficiente quando utilizada como antidepressivo, reduzindo a depressão e ansiedade. E ainda, diminui a fadiga, problemas de atenção, memória e melhora da capacidade de controle do estresse e irritação.

Mas como tudo é preciso ter cuidado com seu uso, pois por aumentar a dopamina, nem todas as pessoas vão ter benefício com o seu uso, se você já tiver níveis altos de dopamina a Rhodiola rosea pode te deixar mais ansioso e em alerta.

  • instagram
  • facebook
  • youtube
  • podcast
  • linkedin
whats-03.png

whatsapp

©2020 KARINA AL ASSAL - CRN 17275

  • instagram
  • youtube
  • podcast
logo karina.png