• Karina Al Assal

Neurotransmissor Serotonina

A Serotonina se difere dos outros neurotransmissores em relação a sua produção, já que ocorre predominantemente no intestino, pela microbiota intestinal.



Esse neurotransmissor é fundamental e indispensável, faz parte de muitas funções no organismo. Desempenha respostas imunológicas, secreção de insulina, além de importantes funções cognitivas e comportamentais, como sono, humor, apetite e memória.

A Serotonina é dependente da Vitamina B6 e do seu aminoácido precursor, que é o Triptofano.

Quando existem níveis adequados de Serotonina no organismo, pode-se perceber indivíduos mais dispostos, que gostam de atividades ao ar livre e podem ser impulsivos. Se existe um desequilíbrio de Serotonina para a falta, é comum notar apatia, tristeza e tendência a comer doces. Quando existe um desequilíbrio para o excesso de Serotonina, vai gerar extremos emocionais, ansiedade e irritação.

Os nootrópicos relacionados com a Serotonina podem agir estimulando a síntese desse neurotransmissor, como a Griffonia simplicifolia; podem agir inibindo a recaptação de Serotonina, como o Crocus sativus; e podem agir melhorando a sinalização sináptica, como a Bacopa monieri.

  • instagram
  • facebook
  • youtube
  • podcast
  • linkedin
whats-03.png

whatsapp

©2020 KARINA AL ASSAL - CRN 17275

  • instagram
  • youtube
  • podcast
logo karina.png