top of page

Suplementação de Fibras na Dieta Low fodmap_ novo estudo

A

dieta Low Fodmap (LF) é feita para descobrir alimentos gatilhos de pessoas com Síndrome do Intestino Irritável (SII), para que então a nutricionista monte, ao final da dieta, uma alimentação personalizada baseada no que o paciente tolera entre esses alimentos.

Apesar de ter como objetivo a qualidade de vida do paciente, sabe-se que a dieta LF pode ser difícil de realizar, por ser bastante restritiva, limitar a vida social e por trazer uma possível constipação, por tratar-se de uma dieta pobre em fibras. A suplementação de fibras poderia ser uma opção, mas nem todas as fibras são toleradas por esses pacientes.

Em vista desse sintoma bastante comum causado pela dieta LF, foi realizado um estudo com pessoas com SII e o consumo de bagaço de cana-de-açúcar e amido resistente. O bagaço de cana é pouco fermentável, tem poder de aumentar o bolo fecal e efeito laxativo. Já o amido é fermentado devagar, e por isso, causa menos gases.

O resultado do estudo mostrou um aumento no volume das fezes, entre pessoas mais constipadas com fezes duras, houve o leve amolecimento, e entre pessoas com fezes mais moles, a dieta ajudou a endurecer. Isso mostra então que a dieta não ajuda apenas pessoas mais constipadas, mas também pessoas mais diarreicas, com um fator de normalização das fezes, ajudando a chegar mais perto da escala 4 de Bristol.

Enquanto o bagaço de cana de açúcar é uma fonte de fibra mais difícil de ser encontrada e consumida, é possível encontrar facilmente o amido resistente. Para alimentos baixos em Fodmaps, temos a banana verde e sua biomassa, o arroz integral e vermelho, a aveia e o milho em conserva. Sendo assim, uma boa estratégia para pacientes em dieta low fodmap com constipação.

Comments


bottom of page