top of page

Saúde Óssea pela microbiota intestinal


A perda ou maior risco de fratura óssea já foi ligada em alterações gastrointestinais, como uma subnutrição, obesidade e doenças inflamatórias. Por isso, vem sendo pesquisada essa relação entre microbiota intestinal e ossos.


Estudos em camundongos mostraram que a microbiota intestinal pode afetar os ossos pela Vitamina K e ácidos graxos de cadeia curta. Outro estudo teve resultado no espelhamento entre a densidade mineral dos ossos e a diversidade da microbiota intestinal, que diminui conforme o envelhecimento.


A alimentação é um fator importante para a saúde óssea, como por exemplo o consumo adequado de proteína, seja animal ou plant-based. O cálcio também tem sua importância por ser o construtor de ossos, é possível chegar na recomendação do micronutriente consumindo fontes de leite, amêndoas, espinafre e couve. A Vitamina D ajuda o intestino a absorver o cálcio, e sua melhor fonte é o sol, bem como ovos, óleo de peixe, leite e manteiga. Já a Vitamina K é responsável por ativar a proteína envolvida na formação do osso, e é encontrada em vegetais folhosos, frango, porco, alimentos fermentados como também produzida pela sua microbiota intestinal.


Para além da alimentação, foram pesquisas sobre a possibilidade do uso de probióticos em vista da saúde óssea. Um estudo foi realizado em mulheres com em média 76 anos e o uso da Limosilactobacillus reuteri ATCC PTA 6475, e o resultado foi uma redução na perda de densidade mineral da tíbia em relação ao grupo placebo. Outro estudo realizado por 6 meses com Bacillus subtilis C-3102 mostrou uma maior densidade mineral do quadril.


Mais estudos são necessários sobre esta relação, mas sabemos que, além de uma alimentação variada, com aporte adequado de proteínas, é possível também melhorar a saúde óssea com exercícios físicos. Uma vida ativa e uma alimentação saudável são seus aliados para a longevidade.


Ref:

Cronin O, Lanham-New SA, Corfe BM, et al. Role of the microbiome in regulating bone metabolism and susceptibility to osteoporosis. Calcif Tissue Int. 2022; 110(3):273-284. doi: 10.1007/s00223-021-00924-2.

Guss JD, Horsfield MW, Fontenele FF, et al. Alterations to the gut microbiome impair bone strength and tissue material properties. J Bone Miner Res. 2017; 32(6):1343-1353. doi: 10.1002/jbmr.3114.


Wallace TC. Optimizing dietary protein for lifelong bone health. A paradox unraveled. Nutrition Today. 2019; 54(3):107-115. doi: 10.1097/NT.0000000000000340.

Comments


bottom of page