O benefício dos chás para quadros de ansiedade e depressão



Atualmente, os quadros de ansiedade e depressão estão aumentando devido a diversos fatores socias, pessoais e a uma rotina exaustiva que grande parte das pessoas vivem. Os tratamentos para esses quadros, como uso de medicamentos e acompanhamento psicológico, podem ocorrer de forma concomitante com o uso de alguns chás que apresentam potencial no auxílio a esse tratamento. Alguns chás que estão sendo estudados e usados, são:


Chá de camomila (Matricaria recutita L.): Usado como ansiolítico e possui eficácia para esses transtornos, visto que, vários de seus metabólitos secundários tem atividade biológica. Entre as substâncias isoladas a partir dessa planta, destaca-se o flavonoide e a apigenina, que apresenta correlação com a atividade ansiolítica e sedativa. Na forma de chá (infusão), 2 a 3 colheres de chá da planta para uma xícara (200ml) de água por 10 a 15 min.


Chá de mulungu (Erithrina verna): Tem um efeito calmante, especialmente em comportamentos defensivos associados a distúrbios de ansiedade generalizados. O uso da sua casca na forma de decocção pode ajudar em quadro leves de ansiedade e insônia. Como calmante pode ser indicada para quadros leves de ansiedade e insônia. Sua dosagem é de 4 a 6 g em 150 ml de água, de duas a três vezes ao dia.


Chá de maracujá (Passiflora): Seu uso é indicado em casos de dores de cabeça de origem nervosa, ansiedade, perturbações nervosas da menopausa e insônia. As partes da planta separadas para uso são as aéreas, folhas e flores da espécie na forma de extrato tomada oralmente, principalmente por suas propriedades sobre o sistema nervoso central. Na forma de chá (infusão), 2 a 3 colheres de chá da planta para uma xícara (200ml) de água por 10 a 15 min.


Chá de valeriana (Valeriana officinalis): A raiz da Valeriana é um excelente indutor do sono, sendo indicada na ansiedade. Ela pode ser consumida na forma de infusão (Rasura): 1,5g para cada 200 mL de água e tomar até três vezes ao dia.