L-carnitina ajuda a emagrecer?

A carnitina é uma molécula essencial para a oxidação das gorduras. Nosso organismo é capaz de sintetizar carnitina a partir de lisina e metionina, que são nutrientes presentes na nossa alimentação (carne, leite, cereais, feijão etc.).


Alguns indivíduos, no entanto, não têm capacidade para sintetizar L-carnitina. Mais tarde, se não houver o diagnóstico e o tratamento adequados, essa condição pode gerar cardiomiopatia ou miopatia esquelética.


A oxidação da gordura ocorre no interior da mitocôndria. Entretanto, a gordura fica armazenada no citoplasma da célula. A carnitina é a responsável por transportar essa molécula do citoplasma para a mitocôndria. Se não houver carnitina, não há oxidação de gordura. Além disso, a carnitina aumenta a síntese de óxido nítrico, que é um potente vasodilatador.


As evidências de que a suplementação de L-carnitina promove emagrecimento de fato não são robustas. Alguns trabalhos até mostram que há redução de peso com a utilização de L-carnitina, entretanto na maioria deles, a metodologia aplicada impossibilita identificar se houve redução de massa muscular ou de gordura corporal.


Uma meta-análise avaliou trinta e sete ensaios clínicos randomizados e identificou que a suplementação de L-carnitina favorece a perda de peso, a redução do índice de massa corporal (IMC) e a redução de gordura corporal. Entretanto, quando os trabalhos com vieses significativos ou erros procedimentais foram excluídos, a meta-análise identificou que esse suplemento reduz apenas o peso corporal. Ocorre que perder peso pode não ser o mesmo que emagrecer. Nesse caso, é necessário mais evidências que mostrem se de fato a perda de peso esteve relacionada a redução de gordura corporal.


Dessa forma, é possível afirmar que as evidências que sustentam a capacidade desse suplemento favorecer o emagrecimento são fracas, até o momento. Isso não significa que ela não funcione, e sim, que precisamos de mais estudos para comprovar os reais benefícios da suplementação de L-carnitina com foco no emagrecimento.


Entretanto, a utilização de L- carnitina tem sido investigada para outras finalidades... Alguns estudos sugerem que ela é capaz de aumentar a oxidação de ácidos graxos para a maturação dos óvulos, favorecendo a fertilidade. Outros estudos apontam efeitos protetivos em relação a arritmia e outras doenças cardíacas - provavelmente pela capacidade de regular o influxo de cálcio e a integridade celular.


Se quiser saber mais sobre esse assunto, indico esses artigos:


Adeva-Andany MM, Calvo-Castro I, Fernández-Fernández C, Donapetry-García C, Pedre-Piñeiro AM. Significance of l-carnitine for human health. IUBMB Life. 2017 Aug;69(8):578-594. doi: 10.1002/iub.1646. Epub 2017 Jun 26. PMID: 28653367.


Agarwal A, Sengupta P, Durairajanayagam D. Role of L-carnitine in female infertility. Reprod Biol Endocrinol. 2018 Jan 26;16(1):5. doi: 10.1186/s12958-018-0323-4. PMID: 29373970; PMCID: PMC5785901.


Pooyandjoo M, Nouhi M, Shab-Bidar S, Djafarian K, Olyaeemanesh A. The effect of (L)carnitine on weight loss in adults: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. Obes Rev. 2016 Oct;17(10):970-6. doi: 10.1111/obr.12436. Epub 2016 Jun 22. PMID: 27335245.


Talenezhad N et al., Effects of L-carnitine supplementation onweight loss and body composition: A systematic review and meta-analysis of 37 randomized controlled clinical trials with dose-response analysis, Clinical Nutrition ESPEN. doi.org/10.1016/ j.clnesp.2020.03.008


Wang ZY, Liu YY, Liu GH, Lu HB, Mao CY. l-Carnitine and heart disease. Life Sci. 2018 Feb 1;194:88-97. doi: 10.1016/j.lfs.2017.12.015. Epub 2017 Dec 11. PMID: 29241711.