top of page

Jejum Intermitente para pacientes diabéticos ou pré diabéticos

Desde a popularidade do jejum intermitente, mais estudos foram realizados sobre seus benefícios, não só

como protocolo para perda de peso e sua manutenção, mas também para outras doenças. Nesse texto, analisamos uma revisão de estudos já produzidos sobre o jejum intermitente em pessoas com diabetes ou pré diabetes.


Os estudos tinham uma janela alimentar de 4 à 10 horas, com pacientes de 35 a 67 anos. Um deles concluiu que a janela de 10h de alimentação resultou no aumento de sensibilidade à insulina e glicose no sangue, diminuição de peso e dose de remédios hipoglicêmicos, bem como diminuição do risco de aterosclerose, e melhorou a qualidade de vida dos participantes.


Outro estudo com jejum intermitente pela manhã resultou no aumento da sensibilidade à insulina, menor estresse oxidativo, menor pressão arterial e menor desejo de comer de noite, uma melhora na saúde, sem necessariamente haver perda de peso. Um estudo recente examinou o efeito do jejum intermitente em dias alternados, e o resultado foi a redução do IMC, peso, circunferência da cintura, diminuindo o risco de diabetes e doenças cardiovasculares.


O jejum intermitente é um protocolo seguro e de fácil aderência, e beneficia o paciente diabetico ou pré diabetico com benefícios cardiovasculares e metabólicos, é importante saber quebrar o jejum, ou seja, a refeição pós jejum deve ter um baixo índice glicêmico e ser rica em polifenóis, se for no café da manhã coma ovos, avocado, chá verde, alguma fruta com aveia. Mais estudos são necessários sobre esta relação, porém, trata-se de um protocolo factível que pode gerar benefícios e resultados positivos.


Ref: Lin Xiaoxiao, Guan Yihong, Wu Guomin, Huang Jinyu, Wang Shuai. Time-restricted eating for patients with diabetes and prediabetes: A systematic review. Frontiers in Nutrition. Volume 9, 2022.

DOI=10.3389/fnut.2022.1025919


Comments


bottom of page