Tá precisando de uma ajuda na concentração? Alecrim pode ser a solução!


O alecrim, Rosmarinus officinalis L., é uma planta medicinal pertencente à família Lamiaceae amplamente utilizada, seja voltado ao meio culinário ou ao meio medicinal, para aliviar dor de cabeça, dismenorréia, epilepsia, dor de estômago, histeria, depressão, fadiga, melhorar a memória, atenuar asma, aterosclerose, úlcera pépticas, doenças inflamatórias e doenças cardíacas.


Além disso, o alecrim também pode atuar no controle da hipercolesterolemia, do estresse oxidativo, na redução da pressão arterial, da peroxidação lipídica no coração e no cérebro, da glicemia, na prevenção do câncer e ainda possui capacidade hepatoprotetora, antiviral e antimicrobiana.


Para adquirir seus compostos biologicamente ativos, é necessário obter extratos e/ou óleos essenciais a partir das folhas, raízes, caules e flores, para um bom uso das suas propriedades anti-inflamatórias, antioxidante, antinociceptivo, neuroprotetor e antidepressivo.


Os óleos essenciais são misturas que contém uma grande variedade de compostos, sendo o de alecrim obtido pela destilação a vapor de suas folhas. O ácido rosmarínico e o ácido carnósico são os componentes presentes que conferem essa alta propriedade antiinflamatória e antioxidante.


Óleo essencial de alecrim e concentração

Podemos ver que o alecrim possui diversos benefícios para a saúde humana, mas como o mesmo pode ser utilizado para melhorar a concentração?


Os distúrbios do sistema nervoso vão incluir anormalidades tanto na função como na estrutura do sistema nervoso central e periférico, que podem ser resultado desde um trauma ou disfunção metabólica, como também infecções ou condições genéticas. O hipocampo é a região do cérebro que tem um papel fundamental na aprendizagem e memória. Ao mesmo tempo, essa região é a região mais vulnerável ao estresse oxidativo.


Quando falamos de concentração, o óleo essencial de Rosmarinus officinalis L., tem sido usado para melhorar a agitação nervosa, memória e função cognitiva. O mecanismo de ação desse efeito está relacionado com as propriedades antioxidantes, combatendo os radicais livres. Outro efeito que melhora a função cognitiva e memória é a inibição da proliloligopeptidase (POP).


Dessa forma, a inalação do óleo de alecrim induz efeitos no desempenho cognitivo, humor e memória, auxiliando na concentração. O efeito antioxidante do mesmo diminui a produção de espécies reativas de oxigênio e aumenta a ação da enzima superóxido dismutase, enquanto o efeito anti-inflamatório reduz os níveis de TNF-α e Interleucina-6. A diminuição dos níveis de cortisol também pode estar associada à melhora da concentração.


Além de atuar na memória e cognição, o alecrim também possui um importante papel no controle do estresse e ansiedade, o que pode ter efeito sobre a concentração. Os polifenóis presentes, como ácido rosmarínico e carnósico, possuem propriedades antidepressivas, ansiolíticas e neuroprotetoras.


A redução do estresse através da inalação do óleo essencial é decorrente da diminuição do nível de corticosterona sérica e aumento do nível de dopamina no cérebro, além da melhora na qualidade do sono, que atuará indiretamente no manejo da concentração.


Referências:

RAHBARDAR, Mahboobeh Ghasemzadeh et al. Therapeutic effects of rosemary (Rosmarinus officinalis L.) and its active constituents on nervous system disorders. Iranian Journal Of Basic Medical Sciences, [S.L.], n. , maio 2020. Mashhad University of Medical Sciences. http://dx.doi.org/10.22038/ijbms.2020.45269.10541.

MACEDO, Lucas Malvezzi de et al. Rosemary (Rosmarinus officinalis L., syn Salvia rosmarinus Spenn.) and Its Topical Applications: a review. Plants, [S.L.], v. 9, n. 5, p. 651, 21 maio 2020. MDPI AG. http://dx.doi.org/10.3390/plants9050651.

ANDRADE, Joana M et al. Rosmarinus officinalis L.: an update review of its phytochemistry and biological activity. Future Science Oa, [S.L.], v. 4, n. 4, p. 283, 1 abr. 2018. Future Science Ltd. http://dx.doi.org/10.4155/fsoa-2017-0124.