• Karina Al Assal

Quais as melhores estratégias nutricionais para a SIFO

As modificações e intervenções dietéticas são muito relevantes para o tratamento de qualquer doença e em relação a SIFO (supercrescimento fúngico no intestino delgado) não seria diferente. De acordo com a literatura cientifica indivíduos que realizaram alterações alimentares e as aplicaram por um período de 3 meses demonstraram cerca de 85 a 90% de melhora nos sintomas da SIFO, ao contrário de quem realizou somente o tratamento farmacológico obtendo redução dos sintomas em cerca de 45%.



Os alimentos possuem a capacidade de alterar a função e a estrutura dos fungos, por conta disso os hábitos alimentares são de tamanha relevância para o tratamento da SIFO e como exemplo disso, o consumo exacerbado de carboidratos simples como farinha, doces e frutose pode favorecer o desenvolvimento fúngico, principalmente da espécie Candida, sendo necessário certa restrição desse micronutriente durante o tratamento.


Ao contrário dos carboidratos, o consumo equilibrado de proteínas, aminoácidos e ácidos graxos estão negativamente relacionados com o crescimento e desenvolvimento dessa espécie de fungos.

Estudos apontam que o consumo de pistache, amêndoas e óleo de coco resulta em um menor crescimento fúngico, devido possivelmente ao efeito antifúngico desses alimentos. Ainda, os componentes resveratrol, extrato de goldenseal (Hydrastis canadesnsis. L.), extrato de alho e a lactoferrina também estão sendo grandes aliados no tratamento da SIFO e para a redução dos sintomas.


Algumas modificações de hábitos alimentares como a redução no consumo de açúcares, carboidratos simples e muito fermentáveis, álcool, alimentos muito gordurosos, carnes processadas, leites e derivados estando associados com a maior ingestão de alimentos integrais, peixes, carnes brancas e com baixo teor de gorduras tem demonstrado resultados excelentes contra os sintomas da SIFO.


Além disso, a introdução de alimentos antioxidantes e anti-inflamatórios no padrão alimentar também podem resultar na diminuição dos sintomas. No entanto, é importante levar em consideração que até o presente momento ainda não foram criadas diretrizes que indiquem uma dieta especifica para o tratamento da SIFO.



Posts recentes

Ver tudo

5 chás ao manejo da SIBO

Os chás são fortes aliados para o tratamento da SIBO pois eles possuem muitas propriedades relevantes contra a doença, como por exemplo a ação antiviral, antifúngica, antibacteriana, anti-inflamatória

  • instagram
  • facebook
  • youtube
  • podcast
  • linkedin
whats-03.png

whatsapp

©2020 KARINA AL ASSAL - CRN 17275

  • instagram
  • youtube
  • podcast
logo karina.png