• Karina Al Assal

Probióticos e reflexos no sistema imunológico

Os probióticos podem contribuir para manter o estado saudável. Nenhum probiótico terá todos esses benefícios, mas alguns deles podem: Dar suporte ao sistema imunológico; diminuir infecções respiratórias, intestinais, vaginais e do trato urinário; aliviar alguns sintomas intestinais (diarréia, constipação e inchaço); contribuir para uma barreira intestinal eficaz; ajudar a controlar os níveis de colesterol modestamente elevados; entre outros.



Em relação à resposta imune, essa é iniciada pela imunidade inata após a exposição a substâncias estranhas ou lesão de tecido. A imunidade inata exerce papéis protetores na homeostase do hospedeiro, ao preparar respostas imunes adaptativas contra agressores persistentes e induzir inflamação. No entanto, a resposta imune desequilibrada leva à inflamação crônica e danos e doenças. A percepção da microbiota intestinal pelo sistema imunológico da mucosa do hospedeiro desempenha um papel significativo na manutenção da homeostase intestinal e na indução de respostas protetoras sistêmicas. Assim, a manipulação da microbiota intestinal é uma abordagem alternativa em potencial para manter a saúde e prevenir ou tratar doenças.

Vários efeitos benéficos dos probióticos no sistema de defesa da mucosa intestinal do hospedeiro foram identificados. Isso inclui o bloqueio dos efeitos bacterianos patogênicos pela produção de substâncias bactericidas e pela competição com patógenos e toxinas pela aderência ao epitélio intestinal. Em relação a homeostase epitelial intestinal, os probióticos promovem a sobrevivência das células epiteliais intestinais, aumentam a função de barreira e estimulam as respostas protetoras das células epiteliais intestinais.

Mais importante, a modulação do sistema imunológico é um dos mecanismos mais plausíveis aos efeitos benéficos dos probióticos na saúde humana. Estudos mostraram que os probióticos aumentam a imunidade inata e modulam a inflamação induzida por patógenos por meio de vias de sinalização reguladas por receptores Toll-like.

Além disso, alguns estudos mostraram que probióticos são capazes de promover a produção de anticorpos naturais no corpo. Eles também podem aumentar as células imunológicas, como as células produtoras de IgA, linfócitos T e células Natural Killer.

Os probióticos desempenham um papel na definição e manutenção do equilíbrio entre os mecanismos de defesa necessários e excessivos, incluindo as respostas imunes inatas e adaptativas.

  • instagram
  • facebook
  • youtube
  • podcast
  • linkedin
whats-03.png

whatsapp

©2020 KARINA AL ASSAL - CRN 17275

  • instagram
  • youtube
  • podcast
logo karina.png