Inflexibilidade metabólica e SOP

A inflexibilidade metabólica se refere a incapacidade do organismo humano em alterar o seu substrato energético (molécula usada como fonte de energia) a partir de um estímulo fisiológico. Por exemplo, quando estamos em jejum, o substrato energético utilizado são os ácidos graxos (gorduras), enquanto que nos períodos em que estamos alimentados e temos a ação da insulina, o substrato utilizado para gerar energia é a glicose (carboidratos).



Desta forma, a inflexibilidade metabólica não permite que essa alteração no uso dos substratos aconteça, acarretando em uma elevação da glicemia e da insulina, além de menor resposta à ação da insulina também.


A síndrome do ovário policístico (SOP) que é classificada como um distúrbio endócrino que afeta mulheres em idade de reprodução, está fortemente associada com a resistência à insulina e a hiperinsulinemia, tendo grande influência sobre a inflexibilidade metabólica.


Devido a isso, a literatura aponta que as mulheres que possuem diabetes mellitus tipo 2 são fisiologicamente semelhantes às que contêm inflexibilidade metabólica por conta da SOP. Ainda, as mulheres com inflexibilidade possuem elevada quantidade de gordura nas vísceras e maior produção de hormônios androgênicos, assim como ocorre na SOP.


Os lipídeos nas mulheres que possuem inflexibilidade metabólica costumam se acumular em lugares específicos do corpo, dos quais podemos citar: fígado, músculos, vasos sanguíneos e coração. No entanto, esse evento pode desencadear doenças cardiovasculares, hepáticas e dislipidemias.


Mulheres que apresentam SOP, inflexibilidade metabólica e obesidade demonstram em momentos de jejum maior taxa na oxidação de gorduras, enquanto menor taxa em períodos após as refeições. Sendo assim, resultam em maior chance de acúmulo de gordura corporal e do surgimento dos prejuízos provocados por ela.


Desta forma, é recomendável que as mulheres que estão nesta condição metabólica realizem o controle do peso corporal, a fim de minimizar os efeitos provocados tanto pela SOP como pela inflexibilidade metabólica e obesidade.