• Karina Al Assal

Probióticos, Saúde Intestinal e Disponibilidade de Aminoácidos Essenciais

A disponibilidade e a forma na qual a proteína será utilizada pelo nosso organismo é determinada pelos microrganismos e pelo hospedeiro, através da digestão e utilização desse macronutriente. Sabe-se que a fermentação das proteínas promove moléculas bioativas que tem diversos efeitos na saúde do hospedeiro.



O tipo de proteína ingerido pode influenciar na oferta de aminoácidos, as proteínas animais normalmente têm maior disponibilidade de aminoácidos em relação a proteínas de fontes vegetais.

As proteínas vegetais têm uma composição diferente de aminoácidos das proteínas animais, elas não possuem alguns aminoácidos essenciais e aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA).

As menores concentrações sanguíneas de BCAA também foram relacionadas com menor ingestão alimentar de BCAA, e isso tem sido relacionado a alterações na composição da microbiota.

Sabe-se que probióticos geram diversos benefícios a saúde intestinal. Estudos mostram que, esses compostos são capazes de alterar e otimizar a microbiota intestinal e melhorar a absorção de nutrientes e a utilização de proteínas.

Atualmente não existem evidências de que os aminoácidos liberados através da fermentação bacteriana são capazes de alterar as concentrações de aminoácido no plasma do hospedeiro. Porém alguns estudos mostram que, determinadas cepas de probióticos tem propriedades proteolíticas e podem ser relacionados com o aumento na produção de enzimas digestivas, com consequente melhor utilização das proteínas do hospedeiro. Recentemente, um outro estudo mostrou que a utilização de probióticos, mas especificamente, Bacillus coagulans, aumentou a produção de enzimas digestivas, proporcionando maior disponibilidade de aminoácidos na corrente sanguínea.

Estudos mostram que a administração de proteína vegetal juntamente com a suplementação de probióticos L. paracasei LP-DG® and L. paracasei LPC-S01, pode aumentar os níveis sanguíneos pós-prandiais de aminoácidos, incluindo aminoácidos essenciais e BCAAs, que estão intimamente relacionados a otimização da saúde muscular. A suplementação com probióticos pode ser uma importante estratégia nutricional para possivelmente minimizar e melhorar as deficiências de aminoácidos essenciais na composição das proteínas de origem vegetal.

  • instagram
  • facebook
  • youtube
  • podcast
  • linkedin
whats-03.png

whatsapp

©2020 KARINA AL ASSAL - CRN 17275

  • instagram
  • youtube
  • podcast
logo karina.png